domingo, 8 de março de 2009

Cláudia alencar


Hoje há o amor fast-food, fica e tchau. Sou clássica, quero ser tratada como deusa.

Um comentário:

Marta Vasil disse...

Mari

Deixo-lhe o aroma de uma rosa, para que sirva de bálsamo para todos os outros dias do ano.

Beijinho

MV