sexta-feira, 2 de abril de 2010

(Samuel Rosa / Nando Reis)


E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Um comentário:

Olavo disse...

Neste dia de Páscoa, gostaria de desejar a você muita paz e harmonia.

Que você tenha um reencontro consigo mesmo

e que as portas que Ele já abriu conduzam realmente a um caminho de muita luz,

renovação e libertação.



"Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida pelos que ama" (Jo 15, 13)

- disse Jesus.

E Ele assim fez.