sábado, 29 de novembro de 2008

Ferreira Gullar


Traduzir-se

"Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
-que é uma questão
de vida ou morte-
será arte? "

Ferreira Gullar

Imagem: autor desconhecido






2 comentários:

Nina Victor disse...

Olá Mari!

Postar vídeo no blog é muito fácil.

Existem vários sites onde você pode procurar um vídeo e colocá-lo no blog. O YouTube (http://www.youtube.com/) é o mais conhecido.

Basta você fazer uma busca e do lado direito da tela você verá a opção de "embed", daí basta copiar o código e colar na postagem do blog.

Outra opção, caso o vídeo esteja no seu PC, é usar o ícone que fica do lado direito do ícone que usamos para subir fotos quando preparamos as postagens do blog. É bem fácil também.

Espero que tenha entendido, não sou muito boa de explicações... rs
Mas qualquer dúvida, me chama de novo! ;)

Beijo!

Polêmica disse...

Gostei desse poema, uma parte eu imaginei que seria meu lado emocional e outra parte eu imaginei que seria eu lado emocional!

beijão!