sábado, 31 de janeiro de 2009

Adélia Prado

Por que a mãe de stella tem os nervos em pânico?
Por que não consigo cultivar folhagens?
Por que tão arduamente vivo
Se meu único desejo é ser feliz?
O alarido dos que enchem a praça exibindo feridas
rói o bordado do meu casamento,
tarefa que executei com meus pais e meus avós
longínquos.

Um comentário:

MARCOS disse...

amo Adélia!
veja lá.
http://iilogicowall.blogspot.com/search?q=adelia

Abs.!