quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Clarice Lispector

Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.

Um comentário:

Janaina Monte disse...

Clarice, maravilhosa como sempre!
Gostei muito do blog!

Abraço!!!